O injúria com insultos do “direito” esotérico tupiniquim

Tá legal, desde quando para contratar um advogado você ver a pessoa em carne e osso?

Bastava você dar uma olhada na petição antes dele protocolar e iria constatar que ela estava um LIXO. Você contratou um advogado à sua altura no quesito falta de ética.

Observação: No meu processo a petição foi escrita por você mesmo, Odalisco, justamente ti que diz dominar a arte da prova (pausa para os risos). Sei não, este ano você já perdeu CINCO PROCESSOS, todos eles instaurados em 2019, por isso deixo somente um aviso: cuidado com a litigância de má fé.

Mais uma vítima sem noção do COF Olavista

Fofo, fica quietinho, na miúda, pianinho pois isso já está dando vergonha alheia. Você processou e perdeu sumariamente, e ainda teve a desfaçatez de recorrer o processo, não é mesmo Odalisco?

Fofo, só para a sua informação, o processo já transitou em JULGADO!!

Nunca vi alguém dar parabéns para quem perde o processo (muitos risos), só para você lembrar, nesse ano foram CINCO DERROTAS que o seu Guru já sofreu no Judiciário brasileiro! Só mesmo um Olavette para não compreender isso. É a sequela de quem faz COF (Confraria dos Olavettes Fanáticos).

Caetano processa Olavo por danos morais nos EUA

Da Época:

Reprodução

Olavo de Carvalho foi notificado nos Estados Unidos pela Justiça brasileira, por meio da cooperação internacional entre o Brasil e os EUA, sobre o processo de danos morais que Caetano Veloso move contra o escritor.

Caetano pede indenização de R$ 150 mil de Olavo, que chamou o cantor de pedófilo. Caetano já venceu na Justiça um blogueiro que criou a hashtag #CaetanoPedófilo, acusando Caetano por ter começado a namorar a produtora Paula Lavigne quando ela tinha 13 anos — há mais de 30 anos, quando a lei não afirmava ser proibido.

Em quinta derrota consecutiva, Justiça recusa queixa de Olavo de Carvalho contra Caetano Veloso

Caetano Veloso não chegou sequer a ser chamado para se defender no processo

Via Diário do Centro do Mundo:

O escritor Olavo de Carvalho sofreu o quinto revés consecutivo na Justiça em processos que move – só em São Paulo, são sete desde o início do ano – contra intelectuais, artistas e jornalistas que se manifestaram criticamente em relação ao tido como guru do presidente Jair Bolsonaro.

Continue lendo “Em quinta derrota consecutiva, Justiça recusa queixa de Olavo de Carvalho contra Caetano Veloso”